DESTINOS

Escolha a sua aventura

Tanzânia (África)

Tribo Massai na Tanzânia

Tanzânia é o país mãe-terra, onde encontraram os ossos dos primeiros habitantes do planeta. Por isso a África, mais precisamente a Tanzânia, é nosso destino número 1 e o que mais recomendamos aos viajantes.

Termômetro da Tanzânia

  • Aventura 100%
  • Saída da zona de conforto 100%
  • Choque cultural 70%
  • Total 90%

Camboja

 

 

Crianças no Camboja

Camboja é conhecida pelo sorriso no rosto e a simpatia de cada um que vive por lá. É um dos lugares mais únicos do planeta e ideal para quem quer conhecer hábitos diferentes.

Termômetro do Camboja

  • Aventura 50%
  • Saída da zona de conforto 60%
  • Choque cultural 90%
  • Total 67%

TABELA COMPARATIVA

Os programas voluntários podem ser parcelados em até 12x

HAPÔRI STARTER

10

DIAS

TANZÂNIA R$1.515,30

CAMBOJA (simples) R$1.465,60

CAMBOJA (com wi-fi) R$1.962,60

INDONÉSIA em breve

PERU em breve

ÍNDIA em breve

HAPÔRI EXPLORER

20

DIAS

TANZÂNIA R$2.725,30

CAMBOJA (simples) R$2.817,60

CAMBOJA (com wi-fi) R$3.811,60

INDONÉSIA em breve

PERU em breve

ÍNDIA em breve

HAPÔRI MASTER

30

DIAS

TANZÂNIA R$3.935,30

CAMBOJA (simples) R$4.169,60

CAMBOJA (com wi-fi) R$5.660,60

INDONÉSIA em breve

PERU em breve

ÍNDIA em breve

* Passagem aérea e seguro viagem podem ser parcelados em condições especiais sem juros

Perguntas frequentes

O que é volunturismo?

Volunturismo é um estilo de viajar. É quando se viaja para fazer trabalho voluntário e além disso, aproveitar para conhecer e explorar as suas áreas turísticas do país. Voluntário + turismo = volunturismo.

A Hapôri é uma ONG?

Não. A Hapôri é uma agência de viagens que faz o link entre a ONG do país-destino e o viajante Haporí. Nós somos uma agência porque oferecemos todo o suporte para essa viagem ser a melhor possível. Esse suporte inclui a apostila de volunturismo, o guia de viagem livre, todas as facilidades que o site oferece desde orientações para a viagem até a compra 100% online, venda de serviços extras como seguro viagem, passagem aérea, visto e hostel. Além de estarmos à disposição do viajante Haporí antes, durante e depois da viagem. Nosso principal objetivo como agência é facilitar a transformação de cada um através da atividade do trabalho voluntário em países exóticos pelo mundo. Por esse motivo, nosso trabalho também continua pós-viagem através da comunidade Hapôri, onde mantemos o contato direto com o viajante através da troca de experiências da viagem. Não somos uma ONG, e sim uma facilitadora da transformação humana entre os viajantes Haporís.

Por que preciso pagar para o trabalho voluntário?

O valor da taxa diária do trabalho voluntário é para as despesas de acomodação, comida e água potável enquanto estiver na ONG. As comunidades são bastante humildes e não tem condições de arcar com as despesas dos viajantes durante a sua estadia. Isso quer dizer que você pagará o mínimo possível enquanto estiver na ONG, uma vez que essa diária se refere apenas as suas próprias despesas pessoais.

O que está incluso?

O valor que você paga pelo trabalho voluntário é o mesmo durante o ano todo, não oscilando de acordo com a demanda de viajantes. Esse valor inclui acomodação, comida, água potável, transfer e taxa de suporte Hapôri.

O que não está incluso?

Não está incluso no valor do programa de trabalho voluntário: os tours Hapôris, a passagem aérea, o visto, o seguro viagem e acomodação em outros locais fora da ONG. Porém, todos esses serviços estão disponíveis no site Hapôri, de forma separada do trabalho voluntário.

Posso pagar por todos os esses serviços juntos?

Não, cada um deles gera um voucher específico e que será necessário para usa-lo durante a sua viagem. Porém as condições de pagamento são bem abrangentes e similares em todas elas.

Como funciona o trabalho voluntário?

Primeiro você escolhe como quer ajudar a comunidade. Caso já tenha em mente como quer ajudar ou se tiver uma ideia de projeto em específico na ONG, é só escolher o país destino e informar como quer ajudar a comunidade. Caso você não tem ideia de como ajudar, é só seguir os botões da página principal do site que iremos te guiar para um trabalho mais adequado durante sua estadia na ONG. E se mesmo com o nosso guia online de orientação ao trabalho voluntário, você ainda não souber como ajudar, não se preocupe que iremos te ajudar diretamente com relação a isso. Acreditamos que essa é a parte fundamental da transformação do indivíduo, ajudar as comunidades de forma que você mais sabe fazer. Por isso nossas atividades são abrangentes e das mais variadas possíveis, acreditamos muitos talentos podem ser uteis para a ONG. Uma vez escolhido como você irá ajudar, o próximo passo é decidir qual país quer conhecer. Facilitamos essa escolha te dando o guia livre sobre cada país. Depois disso é fácil, é só escolher quantos dias quer na ONG e fazer a sua reserva. Como os preços são os mesmo para o ano todo, a passagem, o visto, o seguro viagem e outras despesas podem ser decididas depois, sem problema algum. E o melhor, a compra de todos esses serviços extras pode ser feita diretamente em nosso site através do seu login e com as nossas orientações de como fazer isso do melhor jeito. Em cada uma dessas etapas você será guiado digitalmente através de vídeos interativos e com o nosso chat 24 horas disponível para tirar as dúvidas.

Não sei como ajudar nem qual trabalho fazer, a Hapôri me ajuda com isso?

Sim, essa é a principal decisão a tomar antes da viagem e a parte que mais temos prazer em ajudar. Sabemos que a escolha desse trabalho tem tudo a ver com a sua satisfação durante o programa de volunturismo bem como o aprendizado de cada um na comunidade. É por isso que abrimos o leque de opções de trabalho voluntário e não nos restringimos a apenas as ajudas humanitárias e aulas em inglês. Nós temos esportes, dança, artes e outras modalidades também disponíveis. Por isso, acompanharemos de perto essa escolha e te ajudaremos no quer for preciso para a escolha de um trabalho que tem mais a ver com você.

Por quê devo comprar a passagem aérea com a Hapôri?

Por 3 motivos. Primeiro porque se decidir comprar sozinho você corre o risco de pagar o preço mais caro por não saber as dicas de como viajar mais barato e roteiros mais em conta para o seu destino. Segundo porque se optar por comprar com uma agência tradicional de turismo, entenda que taxas estarão embutidas no preço para pagar as despesas físicas e de funcionário dessa agência. E terceiro motivo é porque te damos todas as dicas que um viajante livre deve saber antes de comprar uma passagem aérea. Nós queremos que você pague sempre o menor preço, para viabilizar a viagem de volunturismo que é única. Para isso te damos orientações via vídeo de como fazer a compra da melhor forma possível. Nós fazemos de tudo isso para que você vá e faça volunturismo pelo mundo sem titubear, e como sabemos que a passagem aérea é um dos maiores custos da viagem, te damos as orientações para que nada te impeça de ir viajar.

Nunca fiz trabalho voluntário antes, ainda assim posso viajar com a Hapôri?

Sim, claro que pode. Trabalho voluntário é para todos que estão dispostos a ajudar de alguma forma e também não se preocupam em sair da sua de conforto em prol de outras pessoas. E pensando nos voluntários de primeira viagem, te damos um curso (incluso no preço do programa) com todas as dicas direto da fundadora, que já fez trabalho voluntário em mais de 10 países pelo mundo. Fazemos isso para que você já vai sabendo dos principais pontos e com isso se sinta mais à vontade para ajudar. A fundadora também tira todas as dúvidas pessoais ao vivo e online para os que ainda tiverem após o curso. Estaremos a disposição caso tiver qualquer outra dificuldade enquanto estiver por lá.

Como é a rotina de horários? Quantas horas por dia eu irei trabalhar?

Você terá 2 breaks por dia: um pela manhã e outro pela tarde; além do café da manhã e do almoço. Os trabalhos voluntários acabam por volta das 17hs, e com isso as suas noites são sempre livres. Os trabalhos ocorrem de segunda a sexta e seus finais de semana também estarão livres, inclusive para fazer os tours ou explorar a região. Existem alguns projetos específicos com horários alternativos, mas fique tranquilo porque mesmo assim você terá breaks ao longo do dia, e dias de folga ao longo da semana. Não é um trabalho pesado e com a mesma pressão que se tem em um emprego normal corporativo. Tudo na ONG é flexível, feito com carinho e adaptável.

O que é Guia Livre?

O Guia Livre é um material que disponibilizamos de forma gratuita com dicas de cada país. Nele contém as principais informações que precisa saber sobre o país, como se locomover por lá e quais são suas atrações turísticas. Acreditamos que tudo aquilo que por anos as agências de turismo venderam em pacotes, hoje pode ser feito de forma independente, livre e mais barata. Como a popularidade dos viajantes tipo mochileiros aumentou, com isso muita informação gratuita existe na internet, porém isso pode te deixar um pouco confuso até…. Para facilitar a sua vida, nós juntamos a nossa experiência vivida em cada país, mais a visão de muitos viajantes livres juntamos em um só material que chamamos de Guia Livre. Com ele você não ficará perdido no país e também saberá tudo o que fazer por lá, podendo escolher e montar o seu próprio roteiro.

Como são os tours Hapôris então?

Os tours Hapôris são únicos e desenvolvidos em conjunto com cada representante da ONG. Além de estar ajudando a ONG financeiramente, nenhum deles você encontrará nas agências tradicionais de turismo, são totalmente únicos. Eles são tours de vivência ou imersão na cultura local uma vez que valorizamos experiências de contato direto com a comunidade. Além disso, caso houver mais viajantes em seu tour, todos serão voluntários como você e estarão dispostos a aprender algo a mais com a cultura local. São tours menos passivos e mais ativos, no sentido de fazer você se sentir e viver cada parte do país. Ou seja, não são daqueles tours onde você se sente uma “ovelhinha” guiada por um pastor (guia turístico) te dizendo o que fazer…

Quais são os requisitos para fazer o trabalho voluntário?

Força de vontade. Acreditamos que trabalho voluntário é para todos, por isso não temos ficha de aplicação ou aprovação para os viajantes Haporís. Se alguém chegou para nós com a vontade de ajudar, isso já quer dizer que ele está apto para oferecer um trabalho digno e com amor. Trabalho voluntário é a prática da entrega, da doação e do serviço; e para isso não é necessário requisito nenhum. Como esses projetos partiram de experiências pessoais da própria fundadora, ela diz que conheceu as ONGs simplesmente chegando e oferecendo seu trabalho, e todas elas disseram sim e a receberam de braços abertos e com muito carinho. Por isso, em nenhum momento, queremos fazer o oposto na Hapôri.

Quanto tempo é o programa de trabalho voluntário?

Não existe um prazo fixo para o programa de trabalho voluntário. A forma de fazê-lo é totalmente livre e de acordo com as suas possibilidades. Do mesmo jeito que o preço é o mesmo durante todo o ano, você também escolhe quanto tempo quer ficar na ONG. Apenas estabelecemos 7 dias como tempo mínimo uma vez que a ONG está contando com a sua ajuda e também acreditamos que não vale a pena ficar menos que isso. A transformação de um viajante através do trabalho voluntário raramente acontecerá em um ou dois dias. Além disso, grande parte das ONGs estão localizadas em locais ou países remotos e que temos certeza que ao chegar até lá não vai querer ficar apenas alguns dias. Com uma semana de imersão no mínimo você consegue sentir o que a ONG precisa, suas necessidades e dificuldades e com isso ajudar de forma muito mais assertiva, além é claro, de compartilhar muito mais experiências. Depois desses 7 dias mínimos, o restante do prazo é por sua conta. Acreditamos que o ideal é ficar 20 dias fazendo o trabalho voluntário e mais 10 viajando o país. Ficando um mês em cada um dos países que escolhemos com certeza você voltará transformado para o Brasil. Se tiver 3 meses para fazer uma imersão, aí a sua experiência iria se tornar ainda mais profunda. Mais que 3 meses talvez seja intenso demais e aí deixamos para cada viajante decidir de acordo com as suas próprias expectativas.

Qual a diferença entre ONG e comunidade?

Quase que nenhuma. Todas as ONGs ficam dentro de comunidades carentes, e provavelmente que você irá conhecer a ONG e toda a comunidade ao redor enquanto estiver por lá. Alguns dos trabalhos voluntários serão na comunidade e outros na ONG. A ONG é uma instituição não governamental sem fins lucrativos, por isso representa escolas ou hospitais da região que não dão lucro direto à um proprietário. Nessas escolas estão os filhos dos moradores da comunidade; e nos hospitais pacientes que moram na comunidade. No final, todos são partes da mesma família.

Vamos em grupos de voluntários?

Não, as escolhas são sempre individuais. Caso queira ir com amigos, companheiros, marido, esposa ou namorado (a), as reservas deverão acontecer individualmente uma vez que ambos precisam estar de acordo com as nossas regras de conduta e comportamento. Esse acordo é feito individual, antes da compra e pelo próprio site. Não tem problema caso o cartão de crédito da compra seja em nome de outra pessoa, somente a reserva deverá ser feita separadamente, uma vez que os vouchers também serão individuais. Ou seja, caso apenas um dos viajantes for pagar pelo todo, é só usar o mesmo cartão para ambas as compras. Ao chegar na ONG você encontrar com outros voluntários de diversos países, o que deixará a sua viagem ainda mais rica. Caso for sozinho, lembre-se que nunca estará sozinho durante o seu tempo que estiver na ONG, por isso não se preocupe com a solidão rs. Também é totalmente válido ir em casal ou em grupo de amigos, mesmo que as reservas sejam feitas individuais. Só não fazemos reservas em grupo ainda, caso necessitar, por favor nos envie um e-mail ou entre em contato conosco através do nosso chat 24 horas pensarmos na melhor forma de poder te ajudar.

Vou sozinho, irei me sentir deslocado ou solitário demais?

Não, jamais se sentirá sozinho na ONG. Na realidade, essa é a melhor forma de viajar sozinho caso queira trocar experiências. Além do fato que durante o tempo que estiver fazendo trabalho voluntário estará sempre em contato com a comunidade, e que isso te fará sentir parte do todo, na ONG você encontrará viajantes de diversas parte do mundo. Caso no período que estiver por lá não houver viajantes, os responsáveis da ONG estarão sempre com você. Resumindo, se joga e vai sozinho sem problema nenhum, com certeza solidão não será um problema ao chegar na ONG.

Estou em casal e/ou não quero ficar em uma acomodação compartilhada, é possível?

Nossas experiências são totalmente além da zona de conforto, por isso as acomodações são simples e com o menor preço possível. Normalmente elas são acomodações compartilhadas e o mais próximo da realidade local possível. Você ficará na comunidade, ou seja, viverá o país sob os olhos de quem vive lá. Os moradores da comunidade têm o hábito natural de compartilhar comida, acomodação, vivências e tudo mais. Isso é mais um aprendizado que terá com eles. Por isso, acreditamos que a acomodação faz parte da transformação e da imersão no país. De nada adiantaria ficar em uma local mais confortável a noite e durante o dia fazer trabalho voluntário na comunidade carente. A experiência completa envolve toda a rotina na comunidade. Por isso que nossos quartos já são um pouco melhores do que os próprios moradores, porém do ponto de vista de um voluntário estrangeiro, são quarto simplórios, sem luxo, conforto ou privacidade. Algumas ONGs (não todas) oferecem alguns quartos privativos e com condições especiais, caso isso seja prioridade para você, é necessário solicitar sua exigência via e-mail ou chat antes da reserva.

Os programas de trabalho voluntário têm datas específicas ao longo do ano?

Não, nós acreditamos que as transformações são sempre individuais e podem ocorrer durante o ano todo. Por isso, desde a escolha do trabalho voluntário até o transfer de volta ao aeroporto são todos individuais e podem ser feitos em qualquer data do ano. Não fazemos reservas em grupos, por evento nem em datas específicas em conjunto com outros viajantes. O estilo de viagem Hapôri é livre, da mesma forma que acreditamos que uma viagem deve ser. Por isso, esteja acostumado a ser livre conosco.

Qual é o melhor país?

Não existe país melhor ou pior. Como tudo na vida, todos os países têm seus prós e contras. O que existe e que realmente valorizamos são as trocas de experiência, e essas são sempre únicas para cada viajante. Isso que faz uma viagem ou país incrivelmente bom. O país ou a ONG em si é somente um veículo para isso. Todos os países escolhidos são muito especiais porque já transformaram a vida da fundadora da Hapôri e de outros viajantes. As ONGs escolhidas são pequenas e não conhecidas internacionalmente, por isso precisam muito da sua ajuda. Para facilitar a sua tomada de decisão, criamos os indicadores Hapôri, eles usam o critério de choque cultural (comparado com o Brasil), o quanto sairá da sua zona de conforto e dificuldades com a língua estrangeira, esses índices estão da página de cada país na sessão HAPÔRI PASS, confira lá.

Como a Hapôri escolheu as ONGs?

Todas as ONGs já foram visitadas pela fundadora da Hapôri que também fez trabalho voluntário em mais de 10 países pelo mundo. Ela escolheu a dedo as ONGs que mais gostou de trabalhar. São ONGs pequenas, com pouco recurso e não conhecidas internacionalmente, por isso precisam de muito da sua ajuda.

Não falo inglês, mesmo assim consigo fazer trabalho voluntário em todos os países?

Sim, acreditamos que a melhor forma de aprender inglês ou espanhol é viajando e usando a língua quando realmente precisa. Se você não fala nada de inglês ou espanhol optamos por um trabalho voluntário que não utilize muito vocabulário e mais atividade ou ajuda física. O bom do programa de trabalho voluntário da Hapôri é que você receberá a apostila com dicas em inglês para te ajudar antes de ir. E, enquanto estiver por lá, não se preocupe por que terá sempre o que comer e onde dormir, fazendo com que as necessidades básicas não se tornem um problema para você. E além disso, o transfer de ida e volta do aeroporto está incluso, para deixar o trajeto ainda mais seguro. Resumindo, você irá precisar do inglês para conhecer e interagir com as pessoas da comunidade ou com outros voluntários mas saber pouco não te impede de ir. O jeito mais eficiente de aprender uma língua estrangeira é na prática do dia a dia.

É perigoso fazer o volunturismo?

Não, nem um pouco perigoso. Enquanto estiver na ONG e durante o seu trajeto de ida e volta, não há perigo nenhum. Você estará o tempo todo acompanhado ou sob supervisão dos responsáveis. Além de estar convivendo com nativos que entendem e se comunicam com a população local, as ONGs estão estabelecidas por bastante tempo na região e a comunidade ao redor já sabem que todos ali estão trabalhando em prol da população. Quando estiver fazendo o turismo livre pelo país, siga as dicas do nosso Guia livre para não correr risco nenhum. Além disso, nós temos um encontro antes da viagem com os viajantes Haporís onde damos mais dicas sobre como se virar no país, como se proteger e como fazer volunturismo, isso deixará você ainda mais seguro. Isso tudo somado com o seguro-viagem, com certeza te deixará bem protegido. O restante é o risco natural de qualquer coisa na vida.

Vocês fazem pacotes personalizados?

Não, nós não promovemos pacotes personalizados, fechados ou específicos. Acreditamos em viagem livre. Caso você seja de alguma organização, escola ou queria algo em específico nos envie um e-mail ou uma mensagem em nosso chat 24 horas, iremos pensar com carinho.

Se eu quiser ficar mais dias na ONG porém decidir isso enquanto estiver lá, o que faço?

Sabemos o quanto um trabalho voluntário é especial e o quanto nos conectamos com as pessoas da comunidade de forma profunda. Pensando nisso, você pode usar o link de reserva que te encaminharemos após a compra via email ou através do próprio site usando o seu login, para fazer a reservar de dias extras ou de tours mesmo enquanto já estiver por lá.

Se chegar na ONG, não gostar e quiser ir embora, vocês devolvem o dinheiro?

Não, nesse caso não devolvemos o dinheiro. A devolução acontece apenas em caso de força maior ou quando estiver dentro das regras contratuais da Hapôri.

Quais são as regras de cancelamento e devolução da Hapôri?

As solicitações de cancelamento, desistências ou transferências de viagem e/ou serviços contratados deverão ser solicitadas por e-mail. O reembolso em questão será processado em até 30 dias a contar da data do recebimento do pedido. Pedidos com 30 ou mais dias antes do início da viagem: 10% de retenção. Pedidos com 29 até 21 dias antes do início da viagem: 20% de retenção. Pedidos com 20 ou menos dias antes do início da viagem: 50% de retenção. Multas previstas poderão ser deduzidas como taxas de juros de cartão de crédito e/ou multas cobradas pelos fornecedores (cias aéreas, seguro, vistos e outros serviços). Caso ocorra desistência do viajante durante o programa de trabalho voluntário já iniciado, não haverá devolução de valores, tampouco bônus para o desistente. Sendo o próprio viajante responsável por arcar com custos ou despesas decorrentes deste cancelamento. Nos casos em que o viajante desistir, abandonar ou cancelar a viagem ou o próprio trabalho voluntário, ou qualquer outro serviço contratado, por livre e espontânea vontade; bem como não comparecer nas aulas ou programação local por qualquer que seja o fato determinante e independente dos motivos que o(s) levou(aram) a tal decisão, não haverá́, em hipótese alguma, reembolso dos valores já pagos, descontos, bonificações ou reduções proporcionais aos serviços não utilizados. Será́ considerado também cancelamento o não embarque nos voos, conexões e/ou trajetos aéreos, marítimos ou terrestres. O reembolso do valor dos serviços extras como passagem aérea, seguro viagem, visto e hostel, excluindo o valor da comissão, deverá ser tratada junto às operadoras. Exceção a todas as condições acima em casos de extrema gravidade mediante o comprovante de médicos, internações hospitalares, óbitos, causa maior e etc.

O que faço caso tiver algum problema comportamental ou desconforto durante o meu trabalho voluntário na ONG?

Qualquer problema que tiver enquanto estiver na ONG e acreditar que tenha sido desfavorecido em algum sentido é só comunicar a Hapôri imediatamente via e-mail ou chat online que entraremos em contato com você e trataremos seu caso diretamente com você para entendê-lo melhor. Cada caso será tratado individualmente. Até o momento nunca tivemos nenhum problema nesse sentido. Mas se tivermos, e entendermos que o viajante tenha sido desfavorecido o reembolso total da viagem será feito. Caso recebermos qualquer reclamação do próprio representante da ONG ou entendermos que o viajante não se comportou bem e/ou infringiu algumas das regras de conduta e comportamento, além de não haver reembolso, o viajante também deverá se abster do trabalho voluntário e da ONG assim que possível, além de arcar com custos e/ou despesas extras em decorrência do ocorrido.

Tenho filhos, posso levar?

Pode. Para quem tem filhos e quiser levar durante a viagem nós altamente recomendamos. Usar o volunturismo como uma das formas de educar seus filhos é maravilhoso! Valores como compartilhar, humildade, doação e ajudar o próximo serão aprendidos. Os preços serão os mesmos dos adultos uma vez que os valores cobrados pelo programa são os mínimos possíveis e incluso acomodação e comida. Recomendamos que os filhos sejam maiores de 7 anos para aproveitar mais a viagem e os pais poderem se preocupar menos com eles enquanto estiverem em seu trabalho voluntário. Além é claro, de deixá-los livres para ajudar a comunidade também da forma deles.

Sou menor de idade, posso ir sozinho?

Não. Somente aceitamos viajantes sozinhos quando maiores de 18 anos. Mesmo com autorização por escrito ou documento legal de emancipação não aceitamos.

Sou deficiente físico, posso fazer volunturismo?

Pode sim. Caso tenha qualquer deficiência física, escolha a sua atividade de trabalho voluntário e no final informe a sua deficiência que iremos te ajudar. Caso não tenha ideia de como pode ajudar, não se preocupe, é só nos mandar um email ou mensagem via chat 24 horas que iremos ajustar o programa a você da melhor forma possível.

Vocês oferecem programas de trabalho voluntário no Brasil?

Ainda não oferecemos. Os trabalhos a princípio são no exterior com o principal objetivo de acelerar ainda mais a transformação do indivíduo, principalmente, ao sair da sua zona de conforto e se deparar com uma realidade bem diferente do Brasil. Porém, já estamos estudando regiões carentes e seguras por aqui e que também poderão te transformar. Iremos te comunicar assim que abrirmos os programas de trabalho voluntário nacional.